Sobre
Agenda
18 e 30ABR
BRAGA
BeO - Braga em Obras


Lançamento de Catálogo Arte Pública de Braga
BeO_Braga em Obras concentra-se no conceito de arte pública e de usufruto do espaço público, valorizando o património existente, propondo novas leituras para o mesmo e, ao mesmo tempo, introduzindo-lhe novos elementos. Os artistas propostos integram-se na programação da Zet Gallery e aportarão valor à cidade através da expansão das intervenções para o espaço público.A proposta de intervenções é acompanhada por um projeto transversal e que consiste na inventariação e estudo das obras de arte em espaço público; pintura em espaço público de Francisco Vidal; roteiros e visitas guiadas com fotógrafos.O Prémio ARTE EM ESPAÇO PÚBLICO & SUSTENTABILIDADE é uma iniciativa do Dst Group e da Zet Gallery, com o apoio do IB-S (Universidade do Minho). Tem como objetivo afirmar um pensamento estratégico sobre a economia circular, a partir da criação artística contemporânea, como central no quadro de valores do Dst group e da Zet Gallery. O seu objeto é a produção de uma obra de Arte para espaço público que integre, fundamentalmente, resíduos industriais e/ou provenientes da construção e demolição de edifícios.

Parceiro:
Dst Group e Zet Gallery


19ABR
ALTICE FORUM BRAGA
Cerimónia de Abertura da Capital de Culturado Eixo Atlântico 2021


Canto D’aqui convida Oscar Ibáñez & Tribo
CANTO D’AQUI - GRUPO DE MÚSICA TRADICIONAL PORTUGUESA
Unidos pela paixão pela música e pelo prazer de tocar e de cantar, o grupo Canto D’Aqui, surge como uma associação cultural, que procura transmitir à cultura portuguesa aquilo que existe de mais profundo nas suas raízes, deixando um importante tributo para as gerações futuras. Natural de Braga, foi fundado em 1984, e desde aí tem vindo a desenvolver um trabalho de pesquisa e divulgação da música tradicional e popular portuguesa, desde o Minho até às Ilhas. É composto por 11 elementos, que executam instrumentos como, guitarras, bandolins, viola braguesa, cavaquinho, baixo, flauta transversal, clarinete e percussões. O cariz tradicional dos instrumentos, associado aos arranjos musicais e à originalidade com que interpretam as canções, atribui-lhe uma sonoridade única, sendo já uma referência no panorama nacional.

OSCAR IBÁÑEZ & TRIBO
é constituído por excelentes músicos, de longa e reconhecida trajetória, que integraram bandas dos mais destacados artistas da música popular galega como Fernando Fraga (Carlos Núñez), acordeão; Harry.c (Milladoiro), violino; Carlos Calviño (Roi Casal) violão; Paco Dicenta (Mercedes Peón); baixo e Andrés Vilán (Grupo Pepe Vaamonde), bateria e percussão. Neste espetáculo somam-se 6 músicos convidados: Pepe Romero e Jorge Maño, da Banda de Gaitas Suevia do Porto do Son; Daniel García, Álvaro Rúa e Rocío Fernández, da Banda Nova Era de Verín Bagpipe; Carla Villanueva, xilofone.

19 ABR - 09 MAI
BRAGA, PADRÓN E PONTEAREAS
Festival Convergências Portugal/Galiza


A VII edição do Festival Convergências PT/GAL integra no seu programa: concertos, espetáculos teatrais, apresentação de livros e colóquios. Esta edição do Festival Convergências contará com nomes como Uxía, Cristina Branco, Manuel Freire, Francisco Fanhais, Oscar Ibáñez, entre outros. Este promete ser um festival enriquecedor com eventos de grande interesse cultural e musical, incidindo sempre na sua temática principal de evocar os nomes de José Afonso e Rosália de Castro, e estreitando os laços que unem Portugal e Galiza, evidenciando a semelhança entre as duas culturas. Estas diferentes iniciativas acontecerão em diversos espaços culturais de Braga, Padrón e Ponteareas.

Org.:
Canto D’Aqui - Grupo de Música Tradicional Portuguesa.

Apoio.:
Câmara Municipal de Braga e Centro de Estudos Galegos da Universidade do Minho.

25 ABR - 01MAI
ESPAÇO VITA | MERCADO CULTURAL DO CARANDÁ
Comemorações do Dia Mundial da Dança


O Município de Braga celebra o Dia Mundial da Dança através de um programa comemorativo em regime presencial e online, almejando estabelecer uma relação de proximidade com o Eixo, no âmbito da Dança. Subirá a palco a companhia Nova Galega de Danza com o espetáculo “Leira” procurando enaltecer a conetividade com a Galiza. Prosseguindo o convite ao público para usufruir de espetáculos e performances do mundo da Dança, surgirá “A Caminhada” de Bruno Alexandre, o “Caixa de Esmolas” que está em exibiçao no Mercado Cultural do Carandá e os vídeos selecionados no “Braga International Video Dance Festival”. A programação online segue com: o vídeo do “Castula Secare” inspirado no Mosteiro de Tibães; nos miradouros da nossa cidade inspirados na poesia de Maria Ondina Braga.Paralelamente, serão apresentados também online as residências artisticas em contexto educativo, através do Projeto Call Escola.

Parceiros:
Arte Total; Backstage; Ent ́Artes; Nova Galega de Danza; Produção d ́Fusão.

30ABR-08JUN
CASA DOS CRIVOS
“Coação Pictórica” – Exposição Coletiva de Pintura


A Casa dos Crivos acolhe durante os meses de maio e junho uma exposição coletiva, resultante de um Open Call aos artistas vencedores nas edições anteriores da Bienal de pintura do Eixo Atlântico.

Curadoria:
Helena Mendes Pereira.

05MAI
ESPAÇOS CULTURAIS DA CIDADE
Comemorações do Dia Mundial da Língua Portuguesa

Colóquio/Conferência/Mesa Redonda


Org.:
[Braga, Cidade Leitora | Plano Local de Leitura de Braga]; Município de Braga; Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva; Rede de Bibliotecas de Braga.

17MAI
BIBLIOTECA LÚCIO CRAVEIRO DA SILVA
Comemorações do Dia das Letras Galegas
Com tertúlias; a exposição “A Voz Presente”, de Carvalho Calero, realizada pela AGAL – Assoc. Galega da Língua e Junta da Galiza e comissariada por Carlos Quiroga e Xosé Luís Rodríguez.


Org.:
Município de Braga; Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva; Centro de Estudos Galegos (ILCH – UMinho).

04-06JUN
ALTICE FORUM BRAGA
Festival Música D’Ponte


Festival Música d’Ponte querafirmar-se como um evento de excelência no meio cultural, procurando estabelecer “pontes”entre a música erudita e outrosmundos musicais, despertandomentes e lançando novos olhares, levando os intérpretes e o público a embarcar numa viagem apaixonante e envolvente de diferentes culturas e estilos. Nesta segunda edição, o Música d’Ponte associa-se à Capital da Cultura do Eixo Atlântico que o Município de Braga detém. Convidamos a uma participação ativa de todos os munícipes, orgulhosos por ver fortalecer a identidade desta região, sendo testemunhas da sua abertura à modernidade através da criação de plataformas de apoio aos artistas locais e nacionais, promovendo o intercâmbio luso-galaico e, acima de tudo, celebrando a cooperação de municípios do Eixo Atlântico, através da arte. Queremos que este Festival dite o pulsar de um ritmo jocoso e contagiante que nos enfeitice.

25-27JUN
MUSEU DE ARQUEOLOGIA D. DIOGO DE SOUSA
E VÁRIOS ESPAÇOS DA CIDADE
Fenda – Festival de Cultura Urbana


Com direção artística do coletivo Cosmic Burger, co-organizado com a Câmara Municipal de Braga, este é o evento que propõe a disseminação das artes visuais, performativas e da música, através da intervenção urbana na cidade.O festival FENDA combina a música moderna. A arte contemporânea e a robusta história e tradição das origens romanas da cidade. Colocamos artistas locais em contacto com criativos consolidados no panorama internacional, integramos os emergentes e inspiramos os inovadores. FENDA materializa a essência juvenil de uma cidade culturalmente efervescente.Este é um evento de cariz urbano com um alinhamento diversificado, eclético eaberto a todas as manifestações do pensamento. Street art, música,performance e oficinas criativas são a essência deste estalar de paradigma.A programação explora uma abordagem do que melhor existe em graffiti,escultura, pintura, fotografia, vídeo e instalação. Na música, podem contar com o hip-hop, rap, trap, rock, música eletrónica, experimental e do mundo.Mas categorizar não é o que nos importa, pois este é um encontro de todas asenergias expressivas. São três dias de provocação artística que expandem avanguarda cultural de forma arrojada, audaz e cosmopolita.


Parceiros:
Notion- A space for pioneering talent.

03-06 e 13-14JUL
ALTICE FORUM BRAGA
Mimarte – Festival de Teatro de Braga


A 21ª edição do Festival de Teatro de Braga surge numa versão adaptada para o Grande Auditório do Altice Forum Braga,em virtude da Pandemia.O MIMARTE em 2021, reforça a sua programação a presença de companhias profissionais, residentes no Eixo Atlântico e as narrativas são para todos os tipos de público e de acesso gratuito.Os bilhetes devem ser levantados previamente junto da bilheteira do Altice Forum Braga.


09-25JUL
MUSEU DE ARQUEOLOGIA D. DIOGO DE SOUSA
Feira do Livro de Braga


A Feira do Livro de Braga adaptou-se ao contexto de Pandemia e apresenta-se numa conjugação entre o físico e o online. O lugar foi pensado para dar as melhores condições de segurança e conforto aos livreiros e aos visitantes.O programa da Feira do Livro faz uma viagem de encontro no espaço da Euro Região. Numa série de entrevistas de vida, mesas redondas e outras atividades que marcam a edição de 2021 deste evento, nomes relevantes da atualidade cultural ibérica são convidados a debruçar-se sobre um lugar, que, mais que geográfico, é de sentido comunitário.A importância do livro e da leitura é o fio condutor desta ação.


Org.:
Câmara Municipal de Braga e Invest Braga.



Parceiros:
Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva e Dst Group.

08-11 e 15-18JUL
THEATRO CIRCO | GNRATION | ESPAÇO VITA
ZZ Jazz no Eixo


Um novo festival de Jazz?Os processos criativos, as novas tecnologias, a fusão esperada de géneros, coloca o jazz num patamar acessível a todos. Com ZZ – Jazz no Eixo, pretende-se que Braga seja contaminada pelo melhor do jazz atual e uma mostra de tendências e inovações várias. Por meio de ousadas opções de programação, diversidade musical e qualidade de boas-vindas, o ZZ oferece um ambiente privilegiado para artistas e público. Em Braga, a proximidade favorecerá o aparecimento de momentos raros. Assim, o ZZ, é para pessoas que realmente amam o jazz.Mas não só! Na verdade, é para pessoas que amam a música. E Braga tem vindo a mostrar isso como poucas cidades, mantendo-se no eixo da criatividade eda oferta.Bem-vindos ao ZZ.


15-18JUL
CASTRO DO MONTE DA CONSOLAÇÃO - NOGUEIRÓ
Festival Castro Galaico


É na cultura Galaica que assenta muito daquilo que somos hoje. O Castro Galaico celebra as nossas raízesa partir do Castro da Consolação.O Castro Galaico Festival de Nogueiró - Música e Tradição, único nos seus propósitos de unir a Nação Galaica, o Minho e Galiza, vai-se impondo no panorama nacional.Em 2021 será apresentado um cartaz com grandes nomes da música e tradição popular.


04-08AGO
PARQUE DE SÃO JOÃO DA PONTE
A Gosto de Verão – Cinema ao Ar Livre


O anfiteatro do Parque da Ponte, em Braga, acolhe a sétima edição do ciclo de cinema ao ar livre ‘Agosto de Verão’, entre os dias 4 e 8 de agosto de 2021.A sessão de 5 de agosto é integralmente dedicada à produção cinematográfica do Norte de Portugal e Galiza, colocando em diálogo estas múltiplas culturas Ibérico-atlânticas, refletidas no seu modo de pensar cinema.


Parceiro:
Cineclube Aurélio da Pazdos Reis.

26-28AGO
AVENIDA CENTRAL
Noroeste - Festival de MúsicaContemporânea de Raiz


Este novo festival pretende revelar as raízes musicais do canto noroeste da Europa. Pretende explorar “a dicotomia entre o local e o mundo, entre o tradicional e o contemporâneo” – nas suas múltiplas abordagens, influências e fusões – e simbolizar o sentir desta região milenar, que se sabe reinventar e adequar-se à contemporaneidade.O Festival Noroeste conta com alguns dos mais virtuosos músicos, instrumentistas e compositores atuais do Noroeste Peninsular.


Parceiro:
Arca dos Sons- Associação Cultural.

18SET
MUSEU DOS BISCAINHOS | GNRATION | SALÃO MEDIEVAL DA UNIVERSIDADE DO MINHO | MUSEU NOGUEIRA DA SILVA
FIO - Festival Informal de Ópera


Festival com oferta diversificada, criando espaços de diálogo entre criações, público e artistas, bem como espaços de convivência que exponenciam o seu potencial fator de imersão.Trata-se de um festival INFORMAL porque tem como intenção desafiar o conceito tradicional de ópera, desenvolvendo uma abordagem mais pessoal e colaborativa num meio que, por convenção, é dotado de formalismos e hierarquias extremamente vincadas. ÓPERA porque, embora cristalizada ao longo dos últimos séculos, é a designação mais completa, de momento, para a relação musical entre teatro, dança e performance, ou a junção de todos esses elementos.


Parceiro:
Associação MusicalSinfonietta de Braga.

25-26SET
CONSERVATÓRIO DE MÚSICA CALOUSTE GULBENKIAN
Concurso Ibérico de Cravo


No âmbito do “I Concurso Ibérico de Cravo – Homenagem à Música Ibérica”, evento organizado pelo Conservatório de Música Calouste Gulbenkian de Braga, que pretende divulgar as sonoridades particulares deste instrumento, um dos mais significativos do Barroco, são apresentadas peças musicais executadas pelos laureados das provas realizadas nas diferentes categorias do concurso. Pretende-se também promover a partilha de vivências e o intercâmbio musical entre as diferentes escolas de música e alunos.


23OUT
MUSEU D. DIOGO DE SOUSA
I Seminário “A Mediação Cultural no Eixo:Visões e Estratégias”


Iniciativa que visa a reflexão, debate e troca de experiências e boas práticas do que constitui o trabalho dos Serviços Educativos na promoção do conhecimento e da cultura.É notório que os Serviços Educativos para todas as faixas etárias e contextos sociais são determinantes para a promoção do conhecimento, como tal, este seminário procura dar destaque ao papel e experiência de alguns mediadores, influenciadores culturais, de alguns responsáveis de espaços e áreas de intervenção como locais de transformação, participação pública e responsabilidade social, e procura reunir um painel interessante com uma oferta eclética de temas e palestrantes composto por oradores oriundos da cultura inserida na rede territorial do Eixo Atlântico.


06-14NOV
Braga em Risco – Encontro de Ilustração


O programa da 5ª edição do Braga em Risco promove o Encontro de Ilustração através de exposições individuais e coletivas, apresentação de livros, visitas guiadas, sessões de animação, performances, oficinas de ilustração, workshops e um ‘mercado riscado’ com a venda e a divulgação de trabalhos originais dos ilustradores participantes.Em 2021 é organizada uma exposição coletiva de ilustradores galegos. A grande novidade e aposta centra-se na BIENAL DE ILUSTRAÇÃO | PRÉMIO DO EIXO ATLÂNTICO, que tem como objetivo reconhecer e incentivar o trabalho de artistas residentes no Eixo Atlântico, no domínio da ilustração. Realizada em parceria com o IPCA de Barcelos, é atribuído de dois em dois anos, distingue um ilustrador pelo trabalho apresentado a concurso. O valor do prémio é de 8.000 euros. Deste certame resulta uma exposição e um catálogo com os trabalhos inéditos que versam sobre o próprio Eixo: Património Materiale Imaterial.


10-19DEZ
CENTRO DE JUVENTUDE DE BRAGA
Festival de Marionetas e Formas Animadas


As Marionetas e as Formas Animadas proporcionam ao ator a possibilidade de desafiar a gravidade e as leis da física, utilizando corpos-objetos emprestados para contar histórias dentro de um universo mágico e cativante. No âmbito da Capital da Cultura do Eixo Atlântico, companhias portuguesas e galegas, integrantes do Noroeste Peninsular, trazem ao palco do Centro de Juventude de Braga uma programação de elevada qualidade artística, proporcionando às famílias momentos únicos de intercâmbio cultural e artístico.


02-31MAR
Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva
A poesia é bem(n)dita - Oficinas de escrita e leitura poética
Organização: Rede de Bibliotecas de Braga.
Atividade gratuita para escolas (inscrição obrigatória) | Público-alvo: alunos do 4º ano do 1º Ciclo (Escolas do Concelho de Braga) | Duração: 90’ | Inscrições: seec@blcs.pt ou 253 205 977 (com antecedência de 2 dias úteis).
02-31MAR
Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva
Filosofia rima com poesia, por Associação Portuguesa de Ética e Filosofia Prática
Público-alvo: alunos do 1º ciclo| Mais informações: seec@blcs.pt
13MAR10h00
Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva
Pescadores de palavras - Oficina de escrita criativa a partir do livro “O colar de pérolas”, por Lídia Borges
Atividade gratuita (inscrição obrigatória) | Público-alvo: 8 aos 12 anos | Duração: 60’ | Inscrições: seec@blcs.pt ou 253 205 977 (com antecedência de 2 dias úteis).
14MAR10h00, 15h00 e 16h00
Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva
SEMANA DA LEITURA – BRAGA a Ler+
10h00 - Recital de poesia “Ondinhas de poesia”, pelos alunos do ensino pré-escolar
Entrada livre | Público-alvo: infantojuvenil

15h00 - Recital de poesia “Ondas de poesia”, pelos alunos do ensino 1º ciclo
Entrada livre | Público-alvo: infantojuvenil

16h00 - Poesia a brincar na filosofia, por Sónia Peixoto
Atividade gratuita (inscrição obrigatória) | Público-alvo: 5 aos 10 anos | Inscrições: seec@blcs.pt (com antecedência de 2 dias úteis). A atividade está condicionada à inscrição de um máximo de 25 crianças.
17MAR10h00 e 14h30
Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva
SEMANA DA LEITURA – BRAGA a Ler+
10h00 - “Brincalendo …eu conto”, por Maria do Céu Nogueira
Atividade gratuita (inscrição obrigatória) | Público-alvo: 6 aos 10 anos | Duração: 45’ | Inscrições: seec@blcs.pt ou 253 205 977 (com antecedência de 2 dias úteis). A atividade está condicionada à inscrição de um mínimo de 10 crianças.

14h30 - Bingo poético, por Andréia Gyorfi
Atividade gratuita (inscrição obrigatória) | Público-alvo: 7 aos 10 anos | Duração: 50’ | Inscrições: seec@blcs.pt ou 253 205 977 (com antecedência de 2 dias úteis). A atividade está condicionada à inscrição de um mínimo de 5 crianças e a um máximo de 15.
18MAR10h00
Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva
SEMANA DA LEITURA – BRAGA a Ler+
10h00 - “Cantar histórias … na melodia das palavras”, por António Castanheira
Atividade gratuita (inscrição obrigatória) | Público-alvo: 6 aos 12 anos e adultos | Duração: 60’ | Inscrições: seec@blcs.pt ou 253 205 977 (com antecedência de 2 dias úteis). A atividade está condicionada à inscrição de um mínimo de 10 crianças.
19MAR10h00 e 14h30
Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva
Comemoração do Dia do Pai
10h00 - “A poesia na magia do … era uma vez…”, por Ivone da Paz Soares
Atividade gratuita (inscrição obrigatória) | Público-alvo: crianças dos 3 aos 13 anos | Duração: 45’ | Inscrições: seec@blcs.pt ou 253 205 977 (com antecedência de 2 dias úteis). A atividade está condicionada à inscrição de um mínimo de 10 crianças.

14h30 - As tartarugas também voam apresenta QUIQUIRIQUI de Marisa Núñez e Helga Bansch (OQO Editora), dinamização de Estefânia Surreira.
Atividade gratuita (inscrição obrigatória) | Público-alvo: crianças dos 4 aos 10 anos (1º Ciclo) | Duração: 60’ | Inscrições: seec@blcs.pt ou 253 205 977 (com antecedência de 2 dias úteis). A atividade está condicionada à inscrição de um mínimo de 10 crianças e um máximo de 30.
20MAR10h00 e 14h30
Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva
SEMANA DA LEITURA – BRAGA a Ler+
10h00 - “Letras e sons a rimar”, por maestro Félix Alonso e Ricardo Fernandes
Atividade gratuita (inscrição obrigatória) | Público-alvo: crianças dos 3 aos 5 anos | Duração: 60’ | Inscrições: seec@blcs.pt ou 253 205 977 | A atividade está condicionada à inscrição de um mínimo de 10 crianças.

14h30 - Caça aos poemas, por Andréia Gyorfi
Atividade gratuita (inscrição obrigatória) | Público-alvo: crianças dos 7 aos 10 anos | Duração: 50’ | Inscrições: seec@blcs.pt ou 253 205 977 | A atividade está condicionada à inscrição de um mínimo de 5 crianças e um máximo de 15.
21MAR10h00, 12h30 e 16h00
Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva
Dia Mundial da Poesia
10h00 e 12h30 - Pequeno laboratório poético para miúdos, por Manuella Bezerra de Melo
Atividade gratuita (inscrição obrigatória) | Público-alvo: crianças dos 8 aos 14 anos | Inscrições: seec@blcs.pt ou 253 205 977

16h00 - Leituras em família – com vida livros com p de poesia, pela academia de teatro Tin.Bra
Atividade gratuita (inscrição obrigatória) | Público-alvo: 3 aos 10 anos e pais/família | Duração: 45’ | Inscrições: seec@blcs.pt ou 253 205 977 (com antecedência de 2 dias úteis).
21MAR11h00
Bombeiros Voluntários de Braga
Poesia para pequenos, contada e recantada, pel’o bando dos piupardos (beatriz magalhães, eleonor picas e teresa carvalho)
Entrada livre (condicionada à lotação do espaço) | Público-alvo: infantojuvenil | Duração: 50’
Até 15MAR
Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva
Rostos da escrita em Braga
Organização: BLCS | Apoio: Município de Braga.
08-29MAR
Casa dos Crivos
Exposição “Bem-vinda sejas Amália” | Comemorações do centenário do seu nascimento
16-31MAR
Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva
Exposição “O modernismo na literatura brasileira: alguns autores”
16-27MAR
Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva
Exposição sobre Camilo Pessanha
Inauguração a 16/03, pelas 17h00.

17h00 - Intervenção musical - Prof. Liu Yitong toca Zhongruan

17h30 - Conferência da Professora Isabel Cristina Mateus
Organização: Instituto Confúcio da Universidade do Minho e Rede de Bibliotecas de Braga e Plano Local de Leitura | Apoio: BLCS
05 e 19MAR14h30
Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva
Novelos de poesia - Oficina do tricô para jovens e adultos, por Lucília Brandão
Atividade gratuita (inscrição obrigatória) | Público-alvo: crianças dos 7 aos 10 anos | Inscrições: seec@blcs.pt ou 253 205 977 (com antecedência de 2 dias úteis) | A atividade está condicionada à inscrição de um mínimo de 5 crianças e um máximo de 15.
07, 14 e 21MAR10h30
Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva
Oficina aprender a bordar um lenço dos namorados, com base na poesia popular
Requisitos: cada participante deve trazer agulhas, novelo de âncora n.º 8, tesoura, dedal, tecido linho. Se trouxerem pano fino deverão trazer linha de meada não matizada.
Responsável: D. Sameirinho (APD – Associação Portuguesa de Deficientes)
Custo de inscrição: 15€ (3 sessões) | Público-alvo: qualquer pessoa com gosto e interesse pelo tema | Duração: 90’ | Inscrições: seec@blcs.pt ou 253 205 977 (com antecedência de 2 dias úteis) | A atividade está condicionada à inscrição de um mínimo de 5 crianças e um máximo de 15.
11, 18 e 25MAR18h00 / 20h00
Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva
Oficina de escrita criativa “Em busca dos sentidos perdidos”, por Alberto Serra
Custo de inscrição: 10€ (3 sessões) | Público-alvo: professores, educadores, técnicos de bibliotecas, alunos, e todos os que lidam com os sentidos, na sua vida | Inscrições: albertoserra523@gmail.com
15MAR21h30
Laboratório de Inovação Cultural – Edifício do Castelo
O MEU PAÍS É UM INSUFLÁVEL, pela Fértil Cultural
A partir do poema de Mário Cesariny foi criado um espetáculo que mistura o teatro, a dança, a manipulação de objetos e a música. Enquanto momento único põe em causa a regularidade das coisas tal como o incontornável poeta português fazia no seu quotidiano. Serão questionadas a bondade e bruma sebastianista que nos assombra há centenas de anos. Ou não! Até vamos gostando deste sentimento tangencialmente melancólico que vai representando a nossa portugalidade: a saudade não sabemos bem do quê.
Entrada livre
16MAR21h30
Casa dos Pianos
SOMBRA SILÊNCIO, com João Tiago Magalhães (piano); Fernando Soares, Amílcar Mendes e Estefânia Surreira (atores)
A poesia de Carlos Poças Falcão preencherá a oficina do Sr. José Alberto Leite, a Casa dos Pianos. Encontro musicado por João Tiago Magalhães e dito por Fernando Soares, Amílcar Mendes e Estefânia Surreira, revelará as melhores “palavras para um tempo de secura e esquecimento”.
Entrada livre
17MAR21h30
Salão Nobre da Escola Secundária Sá de Miranda
AS PALAVRAS, com Rui Oliveira
Com a guitarra e uma loop station, Rui Oliveira adorna os poemas de autores consagrados da língua portuguesa: Eugénio de Andrade, Miguel Torga, Ary dos Santos, Vinicius de Morais, Natália Correia ou José Afonso. Com a sua voz, instrumento principal e de acompanhamento, o cantor aveirense cria paisagens sonoras onde respiram os poemas e as canções. Sem alinhamento pré-definido, o concerto é um encontro daqueles que procuram a beleza e o sentido na música e nas palavras dos poetas.
Entrada livre
18MAR21h30
Fundição de Sinos de Braga – Serafim da Silva Jerónimo e Filhos
MÚSICA E POESIA DA GALILUSOFONIA, com gente do Canto D’aqui e Fernando Pena
Galilusofonia - Galiza na Lusofonia e Lusofonia na Galiza é o mote que revela a irmandade cultural e linguística entre o Norte de Portugal e a Galiza. Um espaço cultural, composto por história, tradições e costumes partilhados. Esses modos de ver e entender o mundo comuns expressam-se na música e poesia destes territórios e constituem mais uma das formas de inteligibilidade mútua.
Entrada livre
19MAR21h30
Escadarias do Convento do Pópulo
CANTO AO LUAR, com Catarina Araújo (voz) e Filipe Cunha (Guitarra)
Do fado ao tradicional, passeando pelas canções de Zeca Afonso que ficaram na história e nos versos da poesia cantada, "Canto ao Luar" vem encantar a noite ao som da guitarra e da voz, prometendo contar e cantar estórias com as doces melodias de sempre. Um concerto de música portuguesa com alguns temas originais e outros que alicerçam a nossa memória.
Entrada livre
20MAR23h00
Café Concerto RUM powered by Mavy, Travessa do Carmo
QUE O FOGO RECORDE OS NOSSOS NOMES, com Daniel Macedo Pinto (diseur) e Luís Ribeiro (guitarra)
No último concerto da sua carreira, um cantor punk-rock ao despedir-se do palco despede-se da vida. “Que o Fogo Recorde os Nossos Nomes” (Antonio Orihuela) é título e clamor, ‘jam’ de palavras e memórias, último adeus ao público. Uma performance poética com temperatura beatnik.
Entrada livre
21MAR11h00
Bombeiros Voluntários de Braga
POESIA PARA PEQUENOS, CONTADA E RECANTADA, pel’O Bando de Piupardos (Beatriz Magalhães, Eleonor Picas e Teresa Carvalho)
Num espaço que materializa o imaginário infantil, a poesia de Luísa Ducla Soares ou de Álvaro de Magalhães, entre outros, será embalada por harpa e violoncelo. A música procurará servir a palavra através do som e do ritmo e ganhará um novo significado para os nossos ‘pequenos adultos’.
Entrada livre | Público-alvo: infantojuvenil
21MAR21h30
Casa dos Cunha Reis
POESIA E SENTIMENTOS À GUITARRA, com Maria Torcato Baptista e Vânia Silva (diseuses) e Miguel Oliveira (guitarra)
As vozes de Maria Torcato Baptista e de Vânia Silva, simultaneamente soberanas e intimistas, acompanhada pela sensível sonoridade da guitarra de Miguel Oliveira, ecoarão no Salão Nobre da Casa dos Cunha Reis, de janelas abertas para o Campo das Hortas, iluminando a noite que vai definhando, a pôr-se do tamanho do dia. Poemas e música que antecipam o equinócio, o início da primavera.
Entrada livre